Os cientistas da IBM e da Sony, conseguiram desenvolver um cartucho que cabe na palma da mão e é capaz de armazenar incríveis 330 TB de dados.

Isso pode não parecer impressionante, a considerar que você pode comprar cartões microSD minúsculos que são capazes de armazenar 256 GB de filmes, fotos e música. Mas quando você enche um cartucho com mais de um quilômetro dessa fita nova, dá para armazenar 330 TB de dados em menos espaço do que um disco rígido ocupa.

 POR SE TRATAR DE UMA NOVA TECNOLOGIA, OS HARDWARES EXISTENTES NO MOMENTO NÃO SÃO COMPATÍVEIS COM ESSES CARTUCHOS DE FITA, E ACREDITA-SE QUE AINDA SERÃO NECESSÁRIOS MAIS ALGUNS ANOS ATÉ QUE A NOVIDADE SEJA DISPONIBILIZADA NO MERCADO.

A novidade não seria exatamente interessante para o consumidor final, que precisa acessar os arquivos de seus dispositivos de armazenamento rapidamente, mas um cartucho desses pode valer e muito a pena para empresas que precisam guardar uma grande quantidade de dados por anos e anos.

Diferentemente dos pratos nos discos rígidos de computador, que têm camadas ultrafinas de vários metais para armazenar cargas magnéticas minúsculas, a fita precisa ser capaz de flexionar, dobrar e ser dobrada em um carretel. Como resultado, ela é normalmente coberta por uma fina camada de óxido de ferro ou partículas de crômio, que são magnetizadas ou desmagnetizadas por uma máquina e assim cria bits individuais de dados.

Fonte : MenosFio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here