O último rinoceronte-branco macho que restava no mundo? Quando o pessoal do OL Pejeta Conservancy, local que mantinha o animal protegido, se uniu ao Tinder para lançar uma campanha focada em levantar fundos para a conclusão de pesquisas sobre reprodução assistida desses rinocerontes, e também quando mostramos uma imagem de Sudan que era de partir o coração.

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter
Daniel Schneider@BiologistDan

Want to know what extinction looks like? This is the last male Northern White Rhino. The Last. Nevermore

Sudan, a cara da extinção…

Pois, com campanha ou sem campanha, foi anunciado que o famoso rinoceronte morreu, dia 19, após ser sacrificado por decisão do time de veterinários que cuidavam de Sudan. De acordo com Kevin Loria, do site Business Insider, o animal vivia no OL Pejeta Conservancy desde 2009, mas sua saúde se deteriorou bastante recentemente.

Fim da espécie

Sudan já era idoso e, em decorrência de uma série de infecções relacionadas com complicações de sua idade avançada, ele já não conseguia mais se levantar e estava sofrendo muito — daí a dolorosa decisão de pôr um fim a tanto padecimento. Ele era o último exemplar macho de rinoceronte-branco-do-norte (Ceratotherium simum cottoni), uma subespécie de rinoceronte-branco cujo habitat se estendia do Camarões até a região oeste do Lago Chad, na República do Chad, África, que restava no mundo.

SudanSudan fotografado por Tim Flach (Business Insider)

Depois da morte de Sudan, restaram apenas dois exemplares desses animais, as fêmeas Najin e Fatu, que são filha e neta, respectivamente, do rinoceronte, e nenhuma das duas é capaz de procriar. O triste é que em 1960 (ou seja, praticamente ontem!), havia uma população de mais ou menos dois mil indivíduos na África — população essa que caiu para apenas 25 animais, aproximadamente, no final dos anos 90.

O que nós estamos presenciando é a extinção de uma espécie e, considerando que outros rinocerontes — como o rinoceronte-negro (Diceros bicornis) — se encontram criticamente ameaçados, se nada for feito, muitos outros animais acabarão desaparecendo da face da Terra. E o pior é que o perigo não se estende apenas a esses majestosos bichos… Como todos sabem, muitos outros se encontram em situação vulnerável pelo mundo.

Via: MegaCurioso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here